menu

Pesquisar este blog

PERFIL DO TELETRABALHADOR EM CASA


O PERFIL DE CADA TRABALHADOR DESCRITO POR CADA CATEGORIA



Fonte: Teletrabalho: uma alternativa de organ. do trabalho no Superior Tribunal de Justiça - Adriana Araújo Martins Melo Brasília – DF (2009) - Monografia apresentada à Faculdade de Economia – FACE























A ETO (European Telwork Online) site europeu online sobre teletrabalho (o site infelizmente fechou por este motivo não será possível apresentar seu link, as informações a seguir foram pesquisadas no mesmo em 2009, quando realizava meu TCC),salienta ser importante reconhecer que a família pode levar um tempo para se ajustar a um teletrabalhador "fisicamente presente e mentalmente preocupado".

Para se trabalhar em casa as motivações são: a obrigações familiares e flexibilidade, controle sobre horário de trabalho, redução do tempo de comutação, menos interrupções, redução de custos com deslocamentos, almoço e roupas. E as habilidades requeridas aos teletrabalhadores incluem o conhecimento básico de computadores, auto-suficiência, autoconfiança e comunicação.

“Alteração do lay-out produtivo nas organizações faz mudar as relações de poder, tornando as mais liberais, horizontais, baseadas no respeito à competência técnica e dando aos trabalhadores co-responsabilidade na geração de produtos e serviços.” (Fetzner, Maria Amélia de Mesquita; A Viabilidade do Teletrabalho na Procempa; Programa de Pós-Graduação em Administração Mestrado Profissional)         


Os perfis acima não chegam a ser regra até porque no Brasil principalmente não existia esta modalidade de trabalho sendo assim é um novo modo de se adequar. Portanto quase não se existe este tipo de perfil ideal. Então entendemos que se fará necessário uma boa avaliação psicológica e acompanhamentos com profissional preparado, acompanhamentos estes que devem ser desenvolvido tanto com o funcionário como com o patrão. 

Em relação à questão humana existe a necessidade de organizações que acham meios de lidar com percepções sobre diminuição da quantidade ou importância do trabalho em equipe e a necessidade dos teletrabalhadores aprenderem a se desligar do trabalho com a sugestão de adoção de um ritual de começo e término de trabalho diário.


Para Maria A. de M. Fetzner [2001], O treinamento para empregados e líderes que trabalharão no escritório virtual deve compreender, além dos aspectos técnicos, indicações sobre mudanças sociais e psicológicas requeridas como já citamos acima. Quanto mais apoio os empregadores prestam aos empregados, mais esses são produtivos, permanecem nos empregos e estão dispostos a despenderem esforços extras pelos empregadores. Ao contrário das crenças existentes de que encorajar os empregados a utilizar políticas favoráveis à família enfraqueceria sua lealdade e comprometimento profissional, considera-se que promover equilíbrio entre vida pessoal e profissional é bom para empregados e empregadores.


Para haver uma satisfação entre empregado e empregador se faz necessário haver apoio, treinamento e acima de tudo motivação. Motivação esta que hoje esta se desenvolvendo através de novas formas de trabalho, onde quanto mais difícil fica sair de casa para trabalhar as empresas preferem investir em um meio de se ficar em casa, mas continuar trabalhando. Basta apenas ter o perfil ideal, claro que perfil este tem que ser bem avaliado para não haver erros e nem preconceito, lembrando que todos estão se adaptando a este novo cenário.


Foto do blog de Luciano Loiola, copiei para mostrar  como exemplo, onde ele também em seu blog aborda temas sobre Teletrabalho, fala das leis, perfil e até mesmo de países que já adotaram o Teletrabalho em sua constituição.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

ATENDENTES DA GOL TRABALHAM EM CASA

Trabalhar em casa aumenta a produtividade  e a Gol desenvolveu o trabalho em casa A Gol desenvolveu também o trabalho a partir de c...