PONTO DE EQUILIBRIO EM VALOR MONETÁRIO–TRABALHANDO COM VÁRIOS PRODUTOS






 
LEG3_OQueUmContadorsdfghjklG550x300
Fonte: boletim empreendedor



Uma vez conhecidos os resultados de sua empresa trabalhando com previsões de vendas, temos que encontrar o ponto de equilíbrio para conhecer o FATURAMENTO MÍNIMO, necessário para pagar as despesas, sem ganhar nem perder nada.
Para descobrir O PONTO DE EQUILÍBRIO EM VALOR, com a venda de vários produtos diferentes vamos dividir o CURSTO FIXO PELO ÍNDICE MÉDIO DE MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO dos diferentes produtos.





ponto de equilibrio
Fonte: mundo educação







Custo fixo: índice médio de margem de contribuição = ponto de equilíbrio em valor monetário


O resultado dessa conta é o FATURAMENTO MÍNIMO para que você pague as despesas mensais da empresa, sem ganhar nem perder nada.
Agora quando o faturamento mensal fica acima do ponto de equilíbrio, temos que descobrir o resultado para esse faturamento mensal.
Primeiro multiplicamos o faturamento mensal pelo índice médio de margem de contribuição.
Total de faturamento mensal X índice médio de margem de contribuição = total
Tirando o CUSTO FIXO desse valor, vamos descobrir qual será o LUCRO ou o PREJUÍZO DO NEGÓCIO.


TOTAL – CUSTO FIXO = RESULTADO

Vamos ver agora o que aconteceria com o RESULTADO considerando diversos valores de faturamento mensal.


Total de faturamento mensal  X  índice de margem de contribuição = total


EXEMPLOS:


1.000,00  X  0,585  = 585,00
1.500,00  X  0,585 =  877,00
3.000,00 X  0,585 =  1.755,00
6.000,00 X  0,585  =  3.510,00



Subtraindo de cada total,  o custo fixo da empresa chegamos ao resultado. Se for positivo, é o LUCRO; se negativo, o PREJUÍZO.


Total – custo fixo = resultado


EXEMPLOS:


585,00 -  877,50 =  -292,50  (prejuízo)
877,00 – 877,50 = 0  (ponto de equilíbrio)
1.755,00 – 877,50 = 877,50  (lucro)




Fonte: Sebrae

ÍNDICE MÉDIO DE MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO


Ao calcular o resultado para um só produto, você usou o ÍNDICE DE MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO.
Agora, para encontrar o resultado com vários produtos diferentes, você terá de usar o ÍNDICE MÉDIO DE MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO.




media
Fonte: blog o que é
 
Trabalhando com vários produtos diferentes, vamos usar o TOTAL DE FATURAMENTO MENSAL e o ÍNDICE MÉDIO DE MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO desses diferentes produtos.
Primeiro Passo: Encontrar o FATURAMENTO MENSAL POR PRODUTO
Para saber quanto iremos faturar pegamos o PREÇO que pretendemos cobrar por produto e multiplicamos pelo que estamos prevendo que iremos vender, a nossa PREVISÃO DE VENDAS.
PREÇO DE VENDA POR PRODUTO X PREVISÃO DE VENDAS POR PRODUTO = FATURAMENTO MENSAL POR PRODUTO
margemc
Fonte: Taverna
Para cada produto teremos então um faturamento.
Segundo Passo: Somamos o FATURAMENTO de todos os produtos para chegar ao TOTAL DE FATURAMENTO MENSAL.
Terceiro passo: Para calcular o resultado do negócio (lucro ou prejuízo) temos de achar o ÍNDICE MÉDIO DE MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO, encontrando primeiro, o TOTAL DE MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO dos diferentes produtos.
Para encontrar a MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO TOTAL POR PRODUTO, vamos usar também a previsão de vendas: MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO POR PRODUTO X PREVISÃO DE VENDAS POR PRODUTOS = MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO TOTAL POR PRODUTO.
Somando a MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO TOTAL dos diferentes produtos, temos o TOTAL DE MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO MENSAL.
Quarto passo: Achar o ÍNDICE DE MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO. Para isso dividimos o TOTAL DE MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO MENSAL pelo TOTAL DE FATURAMENTO MENSAL.
margem
Fonte: aulas de custos
Pense e Anote:
 
margem-de-contribuicao
Fonte: blog perfecta





Usando esse índice e mantendo a mesma proporção de produtos vendidos podemos calcular o resultado para várias PREVISÕES DE FATURAMENTO.
Importante: você só poderá usar este mesmo índice se aumentar proporcionalmente a produção de todos os itens, por exemplo, se dobrar ou triplicar a PREVISÃO DE VENDAS de cada produto.
Faça um teste, experimente dobrar sua expectativa de faturamento, faça as contas e veja o que acontece.


Fonte: SEBRAE





















PREVISÃO DE VENDAS






Daqui para frente novos cálculos para estipular o preço de vendas nos aguardam.




 
vendas
Fonte: Will Brasil
 
Definir quanto cobrar  por um produto ou serviço é uma tarefa sempre delicada.
Muitas vezes um preço considerou justo pode assustar os clientes. Em outros casos, mesmo com preço considerado alto o produto vende bem.  Tudo depende do consumidor. Quem define os preços em geral é o próprio mercado.
Para fazer a previsão de venda primeiro temos que calcular a margem de contribuição que é a subtração do custo variável por produto do preço de venda por produto.





prevvendas
Fonte: Revista Pgn
Segundo passo é fazer previsão de vendas calculando a margem de contribuição total para esta previsão que é à margem de contribuição mensal, ou seja, calcular a quantidade vendida ou que irá vender por produto no mês que será à margem de contribuição mensal.
Lembrando que qualquer previsão tem que ter bases bem seguras para não criar instabilidade na empresa.






DICA: Para fazer uma previsão de vendas bem de acordo com a realidade do mercado e assim calcular com mais segurança sua previsão de faturamento fique atento a estes pontos:

vendasprev
Fonte: Produto

NO MERCADO CONSUMIDOR
Procure observar:
Ø  O que os clientes compram?
Ø  Com que frequência?
Ø  Em que época do ano o produto ou serviço é mais procurado?
Faça um HISTÓRICO das vendas.
Veja quantos itens de cada produto você costuma vender, em média; e se as vendas de cada item têm aumentado, estão estáveis ou estão caindo.

 gestao-estrategica-vendas-37-728
Fonte: Gestão


NO MERCADO FORNECEDOR:
Procure observar:
Ø  Seus fornecedores dão conta das quantidades que você precisa?
Ø  E de entregar dentro no prazo?

previso-de-vendas-e-demanda-8-638
Fonte: Previsão

NA SUA EMPRESA
Procure observar:
Ø  Você tem a capacidade de produção que mercado exige?
Ø  Qual a sua capacidade de entrega?
Ø  E de venda?
previsao-de-vendas-2-728
                  
NA CONCORRÊNCIA
Ø  Procure fazer contatos. Isto pode ajudar você a conhecer melhor o comportamento do consumidor e atualizar seus próprios métodos.
Ø  Visite empresas parecidas com a sua.
Ø  Converse pessoas do mesmo ramo de negócios.
vendas1
      Fonte: Curso Grátis.



Fonte: Sebrae

O RESULTADO COM VÁRIOS PRODUTOS






alimentos
Fonte: Ideias na Mesa


Agora você vai aprender a calcular o resultado da empresa com vários produtos. Vai descobrir também para que serve o índice médio de margem de contribuição.
Você vai aprender a calcular o RESULTADO com vários produtos diferentes com em geral acontece nas empresas; conhecer a relação ente a PREVISÃO DE VENDAS e o RESULTADO e saber com se calcula o ÍNDICE MÉDIO DE MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO.
Este índice é usado para fazer o cálculo de resultado quando trabalhamos com vários produtos diferentes. Sabendo estes números você terá mais segurança para avaliar os riscos do negócio e para tomar decisões que ajudem a controlar e reduzir esses riscos e aumentos os LUCROS Vamos ver também que CORRER RISCOS CALCULADOS é uma característica que ajuda o empreendedor a desenvolver o se negócio.
CALCULANDO O RESULTADO COM VÁRIOS PRODUTOS:
Primeiro, você tem que montar uma FICHA DO PRODUTO para saber seus gastos por unidade.

EXEMPLO:

Se você vai fazer pizza para vender.


pizza
Fonte: Portal Bertioga


Calcule os ingredientes que vai gastar nela por unidade sendo:
Farinha, massa de tomate, frango, óleo, azeitonas e temperos em geral.

FICHA DO PRODUTO
FARINHA = 0,40
MASSA DE TOMATE = 0,30
FRANGO= 0,70
ÓLEO = 0,10
AZEITONAS = 0,20
TEMPEROS = 0,10
TOTAL = 1,80


Se forem com vários sabores, ou seja, mussarela, calabresa e frango você tem que calcular como no exemplo acima primeiro os valores de cada ingrediente e depois de todo o produto calculando os custos variáveis.

EXEMPLO:

SABOR:    INGREDIENTES +  EMBALAGEM + ENTREGADOR = CUSTO VARÁVEL
            
                                   VALORES:   

CALABRESA           1,80  +   0,40 +  1,00   =  3,20
MUZARELA            1,00  +   0,50 +  1,00   =  2,50
FRANGO                  2,00   +  1,00  +  1,50  =  4,50



PREÇO DE VENDA
Para estabelecer o preço que cobraria pelas tortas, levando em conta:
 
ü  OS PREÇOS DE MERCADO: O que o consumidor costuma pagar por aquele tipo de mercadoria.
ü  OS CUSTOS VARIÁVEIS: Ingredientes, embalagens, comissão do entregador.
ü  OS CONCORRENTES: Qual o preço praticado pela concorrência




mercado

Fonte: Sebrae










CONHECENDO O RESULTADO PELO FATURAMENTO








faturamento

Fonte: VisãoI

Para chegar ao RESULTADO, apenas sabendo o FATURAMENTO, você precisa do ÍNDICE DE MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO POR PRODUTO.
Multiplicando o FATURAMENTO PELO ÍNDICE DE MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO você chegará a um TOTAL. Subtrando deste TOTAL o CUSTO FIXO você descobrirá qual o LUCRO ou o PREJUÍZO do seu negócio.
FATURAMENTO POR PRODUTO  X ÍNDICE DE MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO POR PRODUTO  = TOTAL POR PRODUTO
Agora basta subtrair deste total o CUSTO FIXO para descobrir LUCRO ou PREJUIZO.
TOTAL   -  CUSTO FIXO = RESULTADO

Fonte: Sebrae






DETERMINANDO UM RESULTADO






resultados
Fonte: http://www.ehow.com.br/calcular-lucro-liquido-contabilidade-como_295145/



Definir o resultado em dinheiro é importante para você poder planejar seu lucro. É preciso calcular a quantidade de produtos vendidos para atingir o resultado desejado.


COMO CALCULAR O RESULTADO


Para calcular um RESULTADO você precisa somar o LUCRO que pretende ter mais o CUSTO FIXO da empresa, assim você descobrirá quanto precisará vender para chegar ao resultado. Para isso, você terá que calcular, primeiro, quanto de MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO precisa ter para cobrir o CUSTO FIXO e gerar este LUCRO.
PRIMEIRO PASSO: Somar o LUCRO que deseja ter:
Ex: Lucro que deseja ter: 1.500,00  CUSTO FIXO: 400,00.
SEGUNDO PASSO: O resultado: 1.900,00.

LUCRO PLANEJADO + CUSTO FIXO = NOVO RESULTADO
1.500,00                           +  400,00      =  1.900,00
Basta dividir o NOVO RESULTADO, pelo valor da MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO:

NOVO RESULTADO   :  MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO POR PRODUTO  = QUANTIDADE DE PRODUTOS PARA ALCANÇAR RESULTADO


EXEMPLO:  1.900,00 : 5,00 = 380,00


DICA:
Antes de prever um LUCRO e definir sua meta, procure certificar-se de que você tem CAPACIDADE para PRODUZIR e MERCADO CONSUMIDOR para VENDER seu produto. Faça suas previsões baseado na sua realidade e no seu mercado.

Fonte: SEBRAE